IX CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO MÉDICO-ESPÍRITA DO BRAS...
CURSO DE EXTENSÃO: MÚSICA E RELIGIOSIDADE
ALBUM DE 10 ANOS DO CD MICRÓBIO DO FREVO
AULAS NA PÓS-GRADUAÇÃO - Uma experiência renovador...
MÚSICA E RELIGIOSIDADE : Das cavernas à música con...
SILVÉRIO PESSOA & LA TALVERA (Projeto Forroccitani...
NOVO CD LANÇADO NA EUROPA
SHOW COM GILBERTO GIL NO IBIRAPUERA - 25 ANOS DO I...
INTERCÂMBIO NA UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO...
INUSITADOS MOMENTOS QUE ME ENVOLVEM NO INÍCIO DE 2...





05/2006 06/2006 07/2006 08/2006 09/2006 11/2006 12/2006 03/2007 04/2007 05/2007 06/2007 07/2007 08/2007 03/2008 04/2008 05/2008 06/2008 07/2008 08/2008 10/2008 11/2008 12/2008 01/2009 02/2009 03/2009 04/2009 05/2009 06/2009 07/2009 08/2009 09/2009 10/2009 11/2009 12/2009 01/2010 02/2010 03/2010 04/2010 05/2010 07/2010 08/2010 09/2010 10/2010 05/2011 06/2011 07/2011 08/2011 10/2011 11/2011 01/2012 03/2012 05/2012 09/2012 11/2012 01/2013 05/2013 06/2013
  • Current Posts





  • Site Oficial
    Comunidade no Orkut




    Karina Hoover
    Envie um email

    +55 81 3269 1654
    +55 81 32691625
    +55 81 99677815



    Layout:PIANOLAB

    15.3.12
    SHOW COM GILBERTO GIL NO IBIRAPUERA - 25 ANOS DO ITAÚ CULTURAL

    Foram 3 dias de ensaios para a montagem do show com Gilberto Gil em comemoração aos 25 anos do Itaú Cultural em São Paulo, no auditório do Ibirapuera. Músicos de vários Estados se encontraram pela primeira vez para organizar o roteiro do show sob a batuta de Ganjaman e de Sergio Chiavazolli (Músico de Gil). Estúdio, equipamentos, técnicos, estrutura, tudo impecável, o que favoreceu uma montagem intensiva e bem sucedida.


    Esse o auditório do Ibirapuera. Ensaios dias 10, 11 e 12/03. Ensaio geral do show com Gilberto Gil no dia 13/03 no auditório e show dia 14/03.

    Camarins do auditório do Ibirapuera. Aqui nos organizamos, conversamos e passamos bons momentos juntos.
    Auto foto. 

     O mestre Gilberto Gil.


    Gil foi um verdadeiro mestre. Nos recepcionou com a maior generosidade, nos deixou bem tranquilos no palco, passou todo o show repetindo partes e interagindo conosco. Momentos inesquecíveis.


    Cantamos juntos "Fé na Festa". Momento que o Gil homenageou a cultura Nordestina. Na abertura cantei com a equipe "Qui nem jiló" homenageando o centenário do Rei do baião, Luiz Gonzaga.

     Angelo. Grande músico de Porto Alegre (RS). Tocou violão, viola de 10 cordas e cítar.
     Eu e o auditório do Ibirapuera.
     Junto com uma pessoa especial, o guitarrista, produtor e arranjador, Esmeraldo da banda Chico Correia.

    Silvério Pessoa e Ganjaman
    Panorama do Estúdio 500, no Morumbi. Local onde nos conhecemos, montamos o show, ensaiamos e descobrimos que conexões e diálogos são possíveis entre músicos, culturas e canções.
     Esmeraldo e sua "Máquina de rítmo".


    Inseparáveis companheiros; Meu gravador mp3 Zoom, meu iphone, uma barra de cereal e água. Dias de ensaios que ficamos intensivamente entre 8 e 9 horas trabalhando e memorizando os arranjos das canções do Gilberto Gil.
    Auditório do Ibirapuera. Projetado pelo Niemeyer. São Paulo mágica cidade.

    ----------

    9.3.12
    INTERCÂMBIO NA UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO - VIDA DE ESTUDANTE

    Aula de História Social das religiões
    Desde o dia 01 de março que cheguei aqui em São Bernardo do Campo, ABC Paulista, São Paulo, para um intercâmbio pela UNICAP com a UMESP (Universidade Metodista de São Paulo). Estou representando o mestrado de Ciências da Religião da UNICAP juntamente com outro aluno, José Roberto. Aqui temos oportunidade de frequentar aulas, realizar encontros com alunos de Ciências da Religião de outros estados e universidades, o que enriquece nossos currículos e nossa dissertação. 
    Professor Leonildo (UMESP)
    Abaixo algumas fotos da cidade, dos professores que nos recepcionaram, momentos que vão somando em nossa caminhada pela procura segura de escrever sobre nossos temas de pesquisa.
    Visão aberta de São Bernardo do Campo SP
    A minha rotina envolve acordar cedo e caminhar e correr por uma praça agradável aqui em Rudge Ramos, em São Bernardo, depois um suco, e logo sigo para a UMESP, ou para a biblioteca, onde tenho uma concentração para leitura e pesquisa ou para reuniões com professores sobre minha linha e conteúdo de pesquisa. Conheci logo que cheguei um aluno muito legal e carinhoso conosco, o Rogério. Foi ele nosso primeiro cicerone e amigo.
    Prof.Dr.Etienne Alfref (Aula de arte e religião)
    Tenho procurado me envolver na academia com um cotidiano relacionado ao meu projeto de pesquisa. Teses, dissertações, referências, bibliografia, seminários, defesas, aulas e conversas que envolvem o Sul da França, a cultura Occitan, a religiosidade popular, a cultura popular, o hibridismo religioso, a conexão entre povos e maneiras de se relacionar com o sagrado. Uma aventura.
    Defesa de dissertação de mestrado (ouvinte)
    As mil e uma noites de livros...
    Uma vida de estudante mantenho por aqui. As horas dedicadas ao estudo me tomam completamente e confesso que o foco e a concentração quando estamos em um espaço que envolve a pesquisa na academia, leva você a ler mais, a pesquisar mais, a descobrir mais e nesse contexto sua pesquisa se amplia e você fica mais seguro para começar a escrever sua dissertação. Estou na casa dos estudantes, o bairro é tranquilo e silencioso, não existe outra coisa a fazer a não ser ler, ler e ler...

    O homem Vitruviano
    A rotina é o estudo, e óbvio que sentimos falta dos amigos e família. A questão é que uma empreitada como esta envolve seus objetivos e metas. Planejamento e agenda é primordial para que você aproveite o tempo e se dedique ao que planejou. A música ladeia todo o meu dia. Seja pensando em uma melodia, seja ouvindo música enquanto caminho pela manhã, seja pensando nos novos rumos de minha carreira, novos Cds, shows, e uma coisa vai colaborando com a outra. Estou bem e seguindo em frente. Estudar e cantar sempre foram atividades em minha vida e que consigo conciliar com afeto e dedicação.
    Turma de História social das religiões com Prof. Leonildo Campos
    Túnel que vai para salão de restaurantes e biblioteca (UMESP)

    Na casa dos estudantes, estudando.
    A casa do estudante é aquele espaço prático. Quartos com beliches, arejados, cozinha com tudo para você mesmo fazer seu café, almoço e jantar. Aqui você é por você. Lava sua roupa na máquina, faz seu rango, organiza seu espaço, vai para as aulas na UMESP que fica perto, volta, dorme e segue sua rotina de estudos. Confesso que nos primeiros dias fiquei inquieto, pois nas Tours com a banda é bem diferente, mas estou adequado ao espaço e acredito que essa temporada vai me fazer muito bem não só como pessoa, mas como estudante e artista. 
    Entrada da UMESP - Universidade metodista de São Paulo

    Biblioteca de Teologia na UMESP

    Biblioteca Central da UMESP

    Um dos espaços mais geniais que conheci por aqui. A biblioteca da UMESP. Todo um acervo digitalizado e disponível para alunos e visitantes. Computadores, espaços para leitura, salas, ambiente silencioso (principalmente pela manhã e parte da tarde) e uma biblioteca ecumênica rica em dissertações, teses e livros. A biblioteca central também conta com periódicos e artigos que transitam por várias áreas de Ciências da Religião. Mestrado e Doutorado.

    Um acervo invejável para pesquisas e estudos em geral

    ----------