IX CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO MÉDICO-ESPÍRITA DO BRAS...
CURSO DE EXTENSÃO: MÚSICA E RELIGIOSIDADE
ALBUM DE 10 ANOS DO CD MICRÓBIO DO FREVO
AULAS NA PÓS-GRADUAÇÃO - Uma experiência renovador...
MÚSICA E RELIGIOSIDADE : Das cavernas à música con...
SILVÉRIO PESSOA & LA TALVERA (Projeto Forroccitani...
NOVO CD LANÇADO NA EUROPA
SHOW COM GILBERTO GIL NO IBIRAPUERA - 25 ANOS DO I...
INTERCÂMBIO NA UNIVERSIDADE METODISTA DE SÃO PAULO...
INUSITADOS MOMENTOS QUE ME ENVOLVEM NO INÍCIO DE 2...





05/2006 06/2006 07/2006 08/2006 09/2006 11/2006 12/2006 03/2007 04/2007 05/2007 06/2007 07/2007 08/2007 03/2008 04/2008 05/2008 06/2008 07/2008 08/2008 10/2008 11/2008 12/2008 01/2009 02/2009 03/2009 04/2009 05/2009 06/2009 07/2009 08/2009 09/2009 10/2009 11/2009 12/2009 01/2010 02/2010 03/2010 04/2010 05/2010 07/2010 08/2010 09/2010 10/2010 05/2011 06/2011 07/2011 08/2011 10/2011 11/2011 01/2012 03/2012 05/2012 09/2012 11/2012 01/2013 05/2013 06/2013
  • Current Posts





  • Site Oficial
    Comunidade no Orkut




    Karina Hoover
    Envie um email

    +55 81 3269 1654
    +55 81 32691625
    +55 81 99677815



    Layout:PIANOLAB

    29.11.11
    COLETÂNEA DE VÍDEOS DOS SHOWS NA BELGICA E HOLANDA

    ----------

    25.11.11
    EM ULTRECHT (HOLANDA) ENTRE PASSEIOS E PASSAGEM DE SOM

    (Eu, Karina e Marc Regnier). Esta bata frita é a vedete daqui entre todos que estão no centro da cidade, fazendo compras, passeando, trabalhando. São 3 tamanhos de embalagem (essa nossa é a maior) e escolhe-se entre 3 molhos. São fritas, mas não tem aquele "óleo" de "outras" batatas. Uma delícia que segurou meu almoço até mais tarde!
    Passando pelo centro de Ultrecht, esse canal, navegável (lá no fundo passou um pequeno barco), mostra o quadro bucólico e romântico da cidade. Ficava ao lado do hotel e para o local do show, o club RAZA, também era pertinho. Na parte de baixo, observem uma galeria onde estão restaurantes, bares, lindos e diferentes.
    O RAZA é um clube de destaque aqui. Os organizadores frequentam a Womex, (Feira internacional de música), são sintonizados com a música do mundo e nos acolheram com carinho e competência. O teatro tem espaço para 350 pessoas. Por medida de segurança, lei interna na Holanda, não pode haver superlotação. Ou seja, 350 e pronto! Muito acolhedor o palco, som e espaço.
    Thiago, Titio, Ricardinho, Luis Carlos, Israel, André e eu no centro, dando uma geral nos equipamentos para começar a passagem de som que transcorreu rápida e sem problemas.
    Uma paisagem noturna da Catedral de Santa Catarina, see do Arcebispo católico, e construída entre 1912 e 1914. Arquitetura neo-romântica e hoje a noite o clima ameno e frio criava uma atmosfera maravilhosa, tênue e calma na cidade de Ultrecht, uma Holanda muito bonita de se ver e vivenciar. Aqui também estima-se 70.000 estudantes que frequentam universidades diversas.
    O trivial café da manhã no hotel APOLLO. A diferença é que nesse sanduíche havia Salmão defumado e umas linguiças pequenas apimentadas que dão um toque de sabor inigualável pra começar a manhã. Sim, o suco de laranja, que não é de polpa nem enlatado, é muito saboroso e refrescante. Super!

    ----------

    24.11.11
    TOUR EUROPALIA / BELGICA (BRUXELES), HOLANDA (ULTRECHT E AMSTERDAM)

    Os aeroportos da Europa, pelo menos em sua maioria, trazem uma arquitetura futurista e sempre avançanda em relação aos projetos arquitetônicos urbanos. Uma viagem pela ousadia dos LEDs e estruturas de aço e luzes na base da energia solar. Aqui, o de Bruxeles, na Bélgica.
    Holanda. De Bruxeles á Ultrecht (Holanda). Um panorama de casas antigas, pequenos bairros, paisagens rurais e moinhos de ventos. "Atravessei a ponte da Boa Vista, lembrando das histórias do Holandês". (Nas terras da gente).
    Ultrecht (Holanda) está muito frio. 6, 4 graus. Os canais são a tônica da cidade. Muitas pessoas passeiam nas ruas e o comércio consumista é o que se tem de maior atrativo local que os turistas (Alemãs, Franceses, etc.) entram no paraíso. Um padrão de preto e marron pelas ruas deixam a Holanda sem um "certo" tom cultural, diferente da França.
    Biliu de Campina. Nosso convidado especial nesses shows aqui na Europa. Faremos dois momentos. O primeiro é o NO GRAU, com uma pegada mais pesada, guitarras e acordeom e um diálogo com a música pop e a regional. Na segunda parte entra Biliu e canta comigo várias cantigas tradicionais incluindo Jackson do Pandeiro, nosso eterno mestre.
    Bicicletas, bicicletas. Eis um estacionamento aqui em Ultrecht (Holanda). Nenhum País da Europa me deixa tão impressionado com relação ao uso de bikes como transporte na cidade e também uma estrutura planejada urbana para a circulação segura de bikes pela cidade. Todas as gerações andam de bike, pedalam, de preto, pela ruas e pela cidade que fica colorida em seu tom cinza de 4 graus nessa madrugada.
    Uma paisagem mais que histórica na Holanda. Árvores diante de um campo verde de agricultura local, no fundo casas tradicionais e uma fileira de pequenos arbustos. Países baixos, com história celta, a Holanda é mágica, plana, úmida de diques e canais e leva consigo esse toque de classe de liberdade social que é um exemplo. Bom ou mau.
    Nosso ônibus que vai rodar conosco essa Tour. Saindo de Bruxeles (Bélgica)) para Ultrecht na Holanda. Depois Bélgica novamente. Da Bélgica para Amsterdam (Holanda) e depois voltamos para a Bélgica para voltar para São Paulo e Recife. Intensivo roteiro.
    Aqui recolhendo as malas em Bruxeles (Bélgica) onde tive meu case de violão aberto pela segurança do aeroporto. Na verdade foi "violada", abriram as fechaduras, destruindo os cadeados, acredito por suspeita de meu violão que é todo desmontado. Bem. Fiquei chateado, a case está estragada, mas, o violão está intacto. São coisas da segurança internacional!!!

    Saindo de Recife. Essa paisagem sempre nos acompanha. Boa viagem nos oferece sua vibração marítima e verde do mar. A inclinação vai se distanciando até virar nuvens e céu. Saudades precisa de distância para ser sentida.

    Aeroporto de Madrid (Espanha). Essa viagem foi uma das maiores que fiz em Tours. Já fiz mais de 24 horas para Tóquio (Japão) e mais de 32 horas entre Paris e a Indonésia, para chegar na Malásia, na ilha de Sarawak. Mas, dessa ves foi cansativa. Saímos de Recife para São Paulo. Depois pela Ibéria fomos para Madrid e de depois para Bélgica (Bruxeles). De Bruxeles para Ultrecht (Holanda) Cerca de 1 dia, 24 horas de vôos e estrada. Mas, valeu a pena. As cidades lindas, o astral a mil e os shows na maior das pespectivas. NO GRAU.

    25/11 - Ultrecht (Holanda)
    26/11 - Bruxeles (Bélgica)
    27/11 - Amsterdam (Holanda)

    BRASIL

    02/11 - Palestra em Arcoverde (Literatura Occitan)
    04/11 - Projeto Travessia (C.de Convenções ) e show em Nazaré-da-mata
    09/11 - Projeto Sir.ROSSI (Praça do Arsenal)
    10/11 - Show em Olinda (Festival Canavial)
    23, 24 e 25/12 - Baile do Menino Deus (Marco Zero)






    ----------